Últimas Notícias

Schuch intensifica visitas a municípios no recesso parlamentar

Com a Câmara Federal em recesso desde 15 de julho, o deputado Heitor Schuch aproveitou o período para intensificar o contato com as bases  em roteiros por diferentes regiões do Estado. Foram visitados até agora 24 municípios, e até a próxima terça-feira, dia 6 de agosto, quando o Congresso retoma as atividades legislativas, estão previstas mais oito localidades. 
De acordo com Schuch, esse contato permanente com as comunidades é fundamental para a construção do mandato em Brasília. Ouvir as lideranças partidárias e sindicais, representantes de entidades, prefeitos, vereadores e secretários serve como termômetro para o trabalho que vem sendo realizado em Brasília e também para a definição das próximas ações.
Em todos os lugares visitados, a maior preocupação apresentada foi com relação à reforma da Previdência e suas implicações na aposentadoria dos brasileiros. A PEC 6/2019 foi aprovada em primeiro turno no plenário da Câmara e deve ser votada em segundo turno no retorno do recesso. "Há muitas dúvidas quanto às novas regras e, principalmente, medo. As pessoas estão inseguras quanto aos seu sustento na velhice", relata Schuch.
O parlamentar manterá a posição de voto contra a reforma. "Uma proposta injusta, que tira de quem ganha menos, obrigando os trabalhadores, especialmente os de baixa renda, a contribuírem por mais tempo e reduz o valor das aposentadorias", sintetiza, lembrando que alguns avanços foram possíveis, graças à mobilização dos partidos e movimentos, como a retirada dos rurais do projeto, a manutenção do valor do BPC, a eliminação do sistema de capitalização. "Ainda assim, em sua estrutura principal, a PEC 6 segue prejudicando os menos favorecidos, permitindo verdadeiros absurdos como a meia-pensão no caso de morte do cônjuge", finalizou.

Fonte: Comunicação/Deputado Heitor Schuch

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER