“O nosso real não vale mais nada, o salário mínimo compra pouco e a inflação está voltando", afirma Heitor Schuch

15/03/2021 (Atualizado em 15/03/2021 | 10:44)

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados
Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O deputado federal Heitor Schuch participou do programa Controle Geral, na manhã de sábado, 13 de março, e abordou os principais assuntos discutidos na Câmara no decorrer da semana.  

Heitor comentou que ao decorrer do ano passado foi apenas três vezes para Brasília, devido a pandemia de Covid-19. “Eu estava fazendo roteiro normal até março, depois fomos interrompidos e aí passamos a usar as tecnologias”, comentou.

“Apanhei bastante para aprender a lidar com essas máquinas”, lembrou. “Esse ano não está sendo muito diferente. Nós fomos a Brasília só uma vez e agora só no dia 5. Está tudo fechado em Brasília, inclusive de noite tem toque de recolher”, informou.

“Nunca discutimos tantos projetos e tivemos tantas atividades como neste último ano”, afirmou. “Votamos projetos e mais projetos”, lembrou. Segundo o deputado, este ano está começando da mesma forma.

Ele comentou também sobre a decisão do judiciário que aconteceu na semana de anular o processo do ex-presidente Lula. “Isso deu uma série de reações e vai ser um grande debate jurídico no país”, comentou. 

“Eu estou muito preocupado com o nosso Brasil. Imagina que essa semana recebemos a notícia que nós caímos da oitava posição para a décima segunda da economia mundial, ou seja andamos pra trás”, falou.  

“O nosso real não vale mais nada. O salário mínimo compra pouco e a inflação está voltando. Se a gente olha para os nossos amigos agricultores, caminhoneiros e o pessoal que tem que viajar para garantir a mercadoria, em dois meses a gasolina aumentou 54% e o diesel aumentou 42%”, contou.

“O salário mínimo no ano inteiro aumentou só 5%, como é que essa conta vai fechar?, questionou. “E é neste universo que estamos trabalhando, lutando contra tudo e todos, mas não dando pra trás porque as coisa precisam funcionar”, afirmou.

Confira a participação completa a partir das 2h45, clicando aqui.

Fonte: Portal Clic Camaquã

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER