Prefeitura intensifica orientações sobre medidas sanitárias de prevenção contra a Covid-19

Foto: Diogo Zanatta/PMPF
Foto: Diogo Zanatta/PMPF

As articulações regionais em defesa da pauta econômica e a preocupação de gestores municipais com a geração de emprego e renda, manifestadas ao Governo do Estado por meio de ofícios encaminhados por diversas entidades, entre elas a Associação dos Municípios do Planalto (Ampla), resultou na revisão de alguns protocolos do sistema de Distanciamento Social Controlado, possibilitando que, a partir da segunda-feira (22), as atividades comerciais sejam retomadas em todo o Rio Grande do Sul.

O anúncio foi feito pelo governador, Eduardo Leite, que também confirmou o retorno da cogestão para a próxima semana. Em Passo Fundo, a Prefeitura vem intensificando as ações de fiscalização junto aos setores comerciais e produtivos, reforçando a responsabilidade individual na prevenção contra a infecção pelo Coronavírus.

Na tarde desta quarta-feira (17), a convite da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o prefeito, Pedro Almeida, esteve reunido com o presidente da Associação dos Municípios do Planalto (Ampla) e prefeito de Marau, Iura Kurtz; e com a diretoria da entidade para tratar do assunto. O vice-prefeito de Passo Fundo, João Pedro Nunes, e o deputado estadual, Mateus Wesp, também acompanharam a atividade – realizada de forma remota.

Para o prefeito, a revisão de alguns protocolos estaduais precisa estar acompanhada da ampliação dos cuidados e do monitoramento sobre a maneira como os setores se comportarão no enfrentamento a doença. "Reforçamos sempre que saúde e economia precisam andar juntas. E neste sentido é fundamental que as pessoas façam a sua parte. A abertura do comércio é uma conquista para um setor que há meses vem registrando prejuízos financeiros, mas é essencial que todos sigam os protocolos sanitários", advertiu ele.

Entre as orientações sanitárias estão a continuidade do uso obrigatório de máscaras em todos os espaços públicos e privados em que haja circulação de pessoas, a disponibilização de dispensers de álcool em gel na entrada de todos os estabelecimentos e também a adoção de medidas que evitem aglomerações. "São cuidados que precisam ser acentuados para que possamos controlar a velocidade de propagação do vírus e também retomarmos as atividades econômicas", ponderou o prefeito, complementando que tem mantido contato frequente com as entidades que representam os diversos segmentos da economia local e percebido este compromisso com a saúde. "As manifestações que recebemos é de que o comércio manteve medidas de higiene e que reforçará todos os cuidados necessários".

Enquanto dialoga com as entidades e representantes dos setores econômicos, o prefeito tem buscado fortalecer a estrutura da rede municipal de saúde para atender o momento epidemiológico atual, marcado pela elevação dos casos suspeitos e ativos e também a superlotação das emergências e dos leitos hospitalares. "A Prefeitura está agindo em diferentes frentes de trabalho, buscando estabelecer a sintonia necessária entre a defesa e a proteção da vida e o desenvolvimento econômico. Por isso, ampliamos as unidades de atendimento para pacientes sintomáticos, estruturamos um novo Pronto Atendimento no Hospital para pacientes não Covid-19, reforçamos as equipes médicas e profissionais e fortalecemos as operações para coibir aglomerações e festas clandestinas. Junto com isso estamos pensando na economia e no que podemos fazer para estimular este setor", resumiu Pedro.

A retomada do modelo de cogestão a partir da próxima semana será acompanhada, explicou o Governo do Estado, de mudanças nas regras de restrição dos protocolos de bandeira vermelha. As novas determinações estaduais que deverão ser seguidas e aplicadas por todos os municípios gaúchos serão detalhadas nos próximos dias, quando o Governo anunciar os protocolos de flexibilização.

Fonte: Prefeitura Municipal de Passo Fundo

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER