Covid 19 - Viajantes brasileiros sofrem ‘restrições fortes’ para entrar em 116 países

18/03/2021 (Atualizado em 18/03/2021 | 16:00)

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Levantamento feito pela plataforma de serviços de compra de passagens Skyscanner e pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) revela que o viajante brasileiro sofre restrições fortes para entrar em 116 países. A lista de destinos que dificultam a entrada de passageiros do Brasil inclui Estados Unidos, Canadá, França, Espanha, Itália e Alemanha. 

A empresa Skyscanner explica “restrições fortes” como: “As viagens podem estar suspensas, o país pode estar fechado ou a entrada só é permitida para cidadãos e/ou se você atender a requisitos rígidos.” O estudo contempla ainda restrições leves e moderadas.

Na frente do Brasil está a África do Sul com barreiras complicadas em 119 países. O Reino Unido é o terceiro com 114 destinos que impõem pesadas restrições. Não à toa, os requisitos rígidos foram aplicados aos países onde foram encontradas novas variantes do coronavírus.

Leia também: 53% dos empregos no Turismo global foram afetados pela Covid-19

Em seguida está a Colômbia com impasses severos em 109 locais. Já a República do Chipre é a que enfrenta o menor número de países com restrições fortes: 79. Alemanha, Grécia e Nova Zelândia têm restringimentos pesados em 80 lugares.

Embora o número de barreiras para turistas brasileiros seja grande, dos 251 países ou territórios apurados pelas empresas, cerca de 200 encaram duras fronteiras para ingresso em mais de 100 países, em média.

Viajantes brasileiros também encaram restrições moderadas, leves e desconhecidas

Os viajantes brasileiros encaram 100 restrições moderadas, quando é possível viajar caso atenda a certos requisitos de entrada. Esses requisitos podem incluir um teste de Covid-19 ou uma quarentena na chegada e/ou no retorno. Essa lista inclui Argentina e México.

Há ainda nove países, entre eles o Afeganistão, que determinam restrições leves a turistas brasileiros, nas quais é possível viajar e provavelmente haverá dispensa de quarentena na ida e na volta.   

Por fim, nove países, entre eles a Crimeia, impõem restrições desconhecidas a brasileiros. Os interessados em viajar para esses destinos devem consultar as autoridades locais para obter informações sobre a viagem.

Para consultar a lista completa de países e as restrições impostas a brasileiros clique aqui.


Fonte: Socialismo Criativo com informações da CNN Brasil

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER