Um novo horizonte para o PSB

30/04/2021 (Atualizado em 03/05/2021 | 14:27)

Foto: Divulgação PSB RS
Foto: Divulgação PSB RS

A regionalização da comunicação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Rio Grande do Sul, a partir de hoje, é uma realidade. Ela é fruto de um trabalho hercúleo e de muito fôlego da direção estadual, assim como dos coordenadores regionais e locais, que nos permite um novo patamar no debate interno de ideias, tão necessário em tempos de tantas incertezas, assim como um diálogo mais forte e efetivo do partido com a sociedade, que nos fará chegar mais fortes para as eleições de 2022 e 2024.

São 21 jornais, um para cada regional do PSB no Rio Grande do Sul, com objetivo de divulgar o trabalho de nossos prefeitos, vereadores, presidentes municipais do partido, filiados e simpatizantes. E, mais, para cada uma dessas regionais, uma página na rede social Facebook, para que estas ações em forma de notícias sejam compartilhadas e serem conhecidas pela população gaúcha.

E, mais ainda, a regionalização da comunicação socialista gaúcha será uma importante ferramenta nos debates da autorreforma do PSB na busca de uma sintonia maior com o tempo que vivemos e do que a população busca e quer das nossas políticas públicas. Ou seja, uma atualização necessária de nosso programa que foi elaborado em um já distante ano de 1947.

Neste sentido, a regionalização de nossa comunicação é, antes de tudo, um trabalho de vascularização e capilaridade das ideias socialistas em nossa sociedade. Uma atualização programática mais que necessária, além de uma construção intelectual que une umbilicalmente pequenos, médios e grandes municípios do Rio Grande do Sul com a direção estadual.

E, isto, nos fará conhecermo-nos melhor como agremiação partidária, como também os anseios de nosso povo para melhor representa-lo, tanto no Executivo como no Legislativo de cada município gaúcho. Enfim, o futuro chegou e, com ele, um grande, forte e unido PSB. 



Mário Bruck

Presidente estadual do PSB RS

Fonte:

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER