Dalciso Oliveira: Celebrando o dia da indústria no Rio Grande que produz!

25/05/2021 (Atualizado em 25/05/2021 | 12:59)

Foto: Ramon Lopes
Foto: Ramon Lopes

Neste 25 de maio, em mais um Dia da Indústria, vivemos um momento que ainda se mantém com muitas incertezas. Após 15 meses de pandemia completados, mesmo que as notícias do primeiro trimestre de 2021 se mostrem favoráveis à retomada econômica gaúcha com protagonismo da indústria, ainda há muito a se reconquistar e as evidências crescentes de uma terceira onda da Covid revelam fragilidades na consolidação desta tendência.

Os números dos primeiros meses deste ano mostraram um certo alento, recuperando um pouco dos prejuízos trazidos pela pandemia em 2020. O RS criou 27,2 mil vagas de emprego em janeiro de 2021, melhor desempenho para o período desde 1992, sendo 3.669 dessas vagas oriundas da indústria calçadista, que teve o seu melhor janeiro dos últimos 20 anos. Já em fevereiro, a economia gaúcha teve crescimento recorde histórico de 3,96% na comparação com janeiro, enquanto a economia nacional cresceu 1,7%. Com os dados de março, chegamos a 74.448 vagas formais de trabalho no primeiro trimestre do ano, sendo 49% destas vagas geradas pela indústria.

A mudança de hábito identificada no padrão de consumo da população, que não deixou de adquirir bens e produtos na pandemia, pelo contrário, aumentou seu consumo em função da própria necessidade de executar serviços em casa que antes comprava fora, confirma a tese que sempre defendo da essencialidade da indústria em nossas vidas em todos os momentos.

Entretanto, nossa economia ainda sofre de baixa competividade sistêmica, com políticas de curta duração, insegurança jurídica, burocracia em excesso, escassez de investimentos, infraestrutura precária e anacrônica, entre outros problemas. Resultado disso, a desindustrialização continua sendo a maior responsável pela crise fiscal em todos os níveis.

A “Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Gaúcha (FPI/RS) - Defendendo o RS que produz”, instalada na Assembleia Legislativa na semana passada, tem o intuito de colaborar com a discussão de pautas fundamentais para o desenvolvimento da indústria. Destacando a sua centralidade para a economia como um todo, vamos atrás de mais profissionalismo e eficiência, aumentando o nível geral da competitividade. 

A partir da indústria e da agricultura, que também se manteve firme e forte neste período difícil de pandemia, e com o avanço do processo de vacinação, precisamos juntos retomar o vigor e o desempenho históricos de setores como o comércio, o turismo, os serviços em geral e da economia gaúcha com um todo!

Parabéns pelo dia da indústria! Saudações ao Rio Grande que produz!



Por: Dalciso Oliveira

Deputado estadual e presidente da FPI-RS

Fonte:

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER