Aumento da oferta de alimentos é um dos desafios da agroecologia e produção orgânica

Minetto é secretário pelo PSB
Minetto é secretário pelo PSB

Governo e organizações da sociedade civil dos três estados do Sul discutem nesta quarta e quinta-feiras (26 e 27/04) meios de fortalecer o desenvolvimento da agroecologia e da produção orgânica. Um dos desafios é o aumento da disponibilidade de produtos para a população. “Temos que atender às demandas do mercado ampliando a oferta de alimentos seguros e com qualidade, sempre buscando a sustentabilidade”, disse o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcisio Minetto (PSB), que representou o governador José Ivo Sartori na solenidade de abertura.

O evento reúne instituições nacionais e locais para falar sobre as políticas públicas do governo federal, como o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo) e a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Pnapo), além das ações desenvolvidas pelo governo estadual. O Rio Grande do Sul foi o primeiro Estado do país a contar com Plano Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica em execução, o Rio Grande Agroecológico.

Com o apoio da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), ligada à Casa Civil da Presidência da República, e demais instituições federais e locais, o seminário ainda vai percorrer o país com a temática da agroecologia e produção orgânica, que a cada dia está sendo mais reconhecida, no campo e na cidade, como alternativa para produção sustentável e alimentação saudável.

Entre as prioridades do seminário também estão apresentar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e suas relações com a agroecologia e produção orgânica; promover um intercâmbio entre os estados sobre ações, programas e políticas públicas de agroecologia e produção orgânica; colher experiências em agroecologia e produção orgânica no âmbito regional, além de fomentar compromissos entre estados e sociedade civil até 2020, para promoção da agroecologia e da produção orgânica.

A proposta da Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Cnapo) é realizar cinco eventos, um em cada região brasileira. Nesse sentido, o seminário será um espaço de diálogos colaborativos, debates, construção de estratégias e de formação de conhecimentos coletivos.

Além do secretário Minetto, acompanharam a abertura do seminário o secretário adjunto da SDR, Iberê de Mesquita Orsi; o diretor de Agricultura Familiar e Agroindústria, José Alexandre Rodrigues; o chefe de gabinete, Osmar Redin; o diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura; o delegado federal de Desenvolvimento Agrário, Márcio Madalena; o secretário executivo da Cnapo, Rogério Neuwald; o superintendente federal da SFA/RS, Roberto Schroeder; o diretor de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Waldyr Stumpf; o coordenador técnico de hortaliças da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri) de Santa Catarina, Darlan Rodrigo Marchesi; o diretor do Centro Paranaense de Referência de Agroecologia (CPRA) do Paraná, Mário Miranda; a representante do Movimento das Trabalhadoras Rurais do Nordeste na Cnapo, Maria Verônica Santana; e o representante da Associação Brasileira da Agricultura Familiar Orgânica, Agroecológica e Agroextrativista (Abrabio), Ernesto Kasper.

 

Ascom SDR/RS

Fonte: Assessoria

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER