PSB/RS veicula propaganda partidária neste mês de maio

03/05/2017 (Atualizado em 28/04/2017 | 17:58)

PSB/RS veicula propaganda partidária a partir de 1º de maio
PSB/RS veicula propaganda partidária a partir de 1º de maio

Em uma data extremamente simbólica para o Partido Socialista Brasileiro, o Dia do Trabalhador, 1º de maio, iniciou a veiculação dos comerciais de propaganda partidária gratuita do PSB/RS, em toda a rede de emissoras de rádio e televisão do Estado. Conforme o calendário do TRE/RS, o PSB possui as datas de 01/05, 03/05, 05/05 e 08/05 para divulgar suas mídias.

Neste primeiro semestre de 2017, a sigla usará os espaços para reafirmar seus posicionamentos diante do cenário de crise no país, nos estados e nos municípios que, na avaliação dos socialistas, é consequência da situação da economia brasileira agravada pelas crises econômica, política e social do Brasil. As principais lideranças socialistas no RS serão protagonistas da divulgação das lutas socialistas como a defesa dos trabalhadores, sinalizando a posição contrária às reformas Trabalhista e Previdenciária propostas pelo Governo Federal.

Prefeitos do PSB falarão sobre a gestão pública municipal como estratégia para administrar com responsabilidade as cidades e promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas, bandeira histórica do PSB e que serve de exemplo em todo o país.

A luta das mulheres também terá destaque na propaganda partidária do PSB. Lideranças femininas reconhecidas pelas suas atuações destacadas no cenário político buscarão incentivar as mulheres a acreditarem e participarem mais ativamente da política como forma de buscar a ampliação dos direitos das mulheres. 

Também serão protagonistas os secretários estaduais dos segmentos do PSB/RS, que tem as ações voltadas à promoção da saúde da mulher e o combate à violência de gênero, a promoção do emprego e renda, a valorização de políticas de mobilidade urbana, a criação de conselhos de promoção de igualdade social, a aposta na reforma urbana, com investimento em saneamento e segurança, entre outros. 

 

Daniela Miranda

 

Fonte: Assessoria

PESQUISA

ASSINE NOSSA NEWLETTER